Pesquisar este blog

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Coletes em todas as estações

É um curinga para ocasiões descontraídas e pode ser usado sobre vestidos, camisas e peças básicas.

O segredo é combiná-lo com roupas mais coladas, para não parecer maior dentro da sobreposição e priorizar uma base neutra. 

Contraste o colete com salto alto e acessórios grandes.  Camisetas ou tops. Saias, bermudas e vestidinhos.



Os mais grossos, de lã, plumas, pele, matelassê ou moletom, encaram bem o frio. Se quiser enfrentar o calor, aposte nas versões de sarja, seda ou linho, bem cavadinhas. Com camisas, ele forma uma dupla clássica, e você também pode combiná-lo com chemisier, camisetas e pólos.  









A peça serve para valorizar tronco e ombros e disfarçar barriga. Mas, se ficar muito pesado ou comprido, pode aumentar as medidas até dos quadris. Quanto mais acolchoado, pior ficará nas baixinhas e gordinhas.



Modelos acinturados e abotoados marcam o abdômen e o quadril.


  

Aplicações como tachinhas e bordados estão liberados.


 

Para não errar, experimente tonalidades claras por baixo, como branco, nude, ou caramelo.

                                                         

Colete branco não fica muito bem com cores vibrantes. Abuse do contraste sobre tons neutros como preto, cinza e bege.


 

O de alfaiataria tente usar com elementos mais clássicos, como jeans escuro e bolsa com alça de corrente.




Bolsos e modelagens retas figuram melhor em ocasiões formais e de trabalho.


 

Alongue a silhueta assegurando-se que o colete tem comprimento acima do cós da calça. Calças muito justas com coletes muito compridos podem dar a impressão de que a pessoa é ainda menor.



Dicas de MINHA VIDA

Mais sóbrio 
As mais cheinhas podem optar pela peça sempre aberta, para não marcar saliências. O colete deve ser mais comprido, na altura do cós da calça, nunca mais curto. O ideal é que o modelo passe da cintura e não tenha muitos detalhes no corte. 


  


Ganhe cintura 

Mulheres com o corpo um pouco mais reto devem usar coletes fechados e com artifícios a mais, como pences ou duplas carreiras de botões. Abuse de faixas e cintos na altura da cintura e por cima da peça. Os modelos mais curtos e cavados também fazem a cintura parecer mais fina. 


 

O clássico jeans 

É bem jovem e deixa qualquer produção moderna. Ora sequinhos e micro, ora amplos como camisas sem mangas, podem acompanhar desde um look romântico (sobre vestido lingerie) a um boyfriend (com shorts amplos). Para uma produção sexy e urbana, combine com calça skinny ou legging e salto.


   


UM CHEIRO

Um comentário:

  1. Adorei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui (:

    ontendency.blogspot.com

    ResponderExcluir